CATEQUESE: SACRAMENTO DA ORDEM

postado em: Sacramentos | 0
sacramento-da ordem
Todos os que já receberam o Sacramento do Batismo, complementados pelo Sacramento da Confirmação já participam de um sacerdócio comum. Todos somos sacerdotes. Porém a Igreja de Cristo em sua estrutura sacerdotal possuem aqueles que são sacerdotes ordenado em uma missão específica dentro de um ministério.

 

O Batismo, a Confirmação e a Eucaristia são os sacramentos da iniciação cristã. São o fundamento da vocação comum de todos os discípulos de Cristo – vocação à santidade e à missão de evangelizar o mundo. E conferem as graças necessárias para a vida segundo o Espírito, nesta existência de peregrinos em marcha para a Pátria (CIC §1533).

UMA IGREJA DE DISCÍPULOS 

A Igreja é o corpo de Cristo. Somos todos membros do mesmo corpo. E este corpo é dinâmico onde cada um possui um ministério, como batizado e membro da Igreja. A dinâmica da Igreja é diversificada e é a força do Espírito Santo que a movimenta. Encontramos no Evangelho de São Mateus (28, 19) Jesus dizendo: “Ide, pois, e ensinai a todas as nações; batizai-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.”
E em outra tradução encontramos “Ide e fazei discípulos entre todas as nações…”. É importante entendermos que, discípulo é aquele que é marcado – batizado – e instruído para viver na fé em Jesus Cristo, na sua Igreja e também, como formadores de novos discípulos. A Igreja é rica em instrumentos para que a missão de evangelizar seja realizada com vigor e ação do Espirito Santo. São Paulo na carta aos Coríntios diz: 

Há diversidade de dons, mas um só Espírito. Os ministérios são diversos, mas um só é o Senhor. Há também diversas operações, mas é o mesmo Deus que opera tudo em todos […]. Na Igreja, Deus constituiu primeiramente os apóstolos, em segundo lugar os profetas, em terceiro lugar os doutores, depois os que têm o dom dos milagres, o dom de curar, de socorrer, de governar, de falar diversas línguas. (I Cor 12, 4-6;28) 

O apóstolo Paulo nos diz desta dinâmica, deste movimento que circula por toda a Igreja por meio dos seus membros. É importante que também já percebemos uma estrutura hierárquica, quando diz “…primeiramente os apóstolos”. E os apóstolos são aqueles que foram revestidos por Cristo. 

UMA IGREJA DE SACERDOTES 

Cristo, sumo sacerdote e único mediador, fez da Igreja “um reino de sacerdotes para Deus seu Pai (Ap 1, 6)” Toda a comunidade dos crentes, como tal, é uma comunidade sacerdotal. Os fiéis exercem o seu sacerdócio batismal através da participação, cada qual segundo a sua vocação própria, na missão de Cristo, sacerdote, profeta e rei. É pelos sacramentos do Baptismo e da Confirmação que os fiéis são «consagrados para serem […] um sacerdócio santo» (CIC §1546) 

Todos nós por meio do Batismo exercemos um sacerdócio comum. O ministério de discípulo e transmissor do Evangelho de Jesus Cristo. Somos uma Igreja de Sacerdotes. 

Para o exercício das funções do sacerdócio comum dos fiéis, existem ainda outros ministérios particulares, não consagrados pelo sacramento da Ordem, e cuja função é determinada pelos bispos segundo as tradições litúrgicas e as necessidades pastorais. «Também os acólitos, os leitores, os comentadores e os membros do coro desempenham um verdadeiro ministério litúrgico». Assim, na celebração dos sacramentos, toda a assembleia é « liturga», cada qual segundo a sua função, mas «na unidade do Espírito» que age em todos. «Nas celebrações litúrgicas, limite-se cada um, ministro ou simples fiel, ao exercer o seu ofício, a fazer tudo e só o que é da sua competência, segundo a natureza do rito e as leis litúrgicas» (CIC §1143, §1144). 

No entanto alguns são chamados, escolhidos, a exercerem um ministério de serviço a toda a comunidade. Recebem estes pela graça do Espirito Santo o mesmo impulso apostólico. São consagrados por meio do Sacramento da Ordem.  

Deste modo, Cristo ressuscitado, ao dar o Espírito Santo aos Apóstolos, confia-lhes o seu poder de santificação: eles tornam-se sinais sacramentais de Cristo. Pelo poder do mesmo Espírito Santo, eles confiam este poder aos seus sucessores. Esta «sucessão apostólica» estrutura toda a vida litúrgica da Igreja: ela própria é sacramental, transmitida pelo sacramento da Ordem (CIC §1087).

O SACRAMENTO DA ORDEM 

O ministério ordenado abrando três níveis na hierarquia eclesiástica. Estes três níveis ou graus eclesiásticos estão vivos desde o inicio da Igreja primitiva dentro da Sagrada Escritura e da tradição da Igreja de Jesus Cristo. Os três graus são divididos hierarquicamente e de forma ministerial, são: 
  • Bispo 
  • Presbítero e 
  • Diácono 

 

O ordenado é aquela que está a serviço para a celebração litúrgica. O sacerdote por excelência é Jesus Cristo. Sendo assim o ministro consagrado para este fim, se reveste do próprio Cristo – in persona Christi Capitis – na pessoa de Cristo Cabeça. 


sacerdote-jesus-padre-ordem

 

O ministério eclesiástico, instituído por Deus, é exercido em ordens diversas por aqueles que, desde a antiguidade, são chamados bispos, presbíteros e diáconos (CIC §1554) 

O ministro ordenado se reveste de Cristo e assim exercer as diversas funções reservadas ao seu sacerdócio, tais como a aplicação dos sacramentos.

O bispo que não reza, o bispo que não escuta da Palavra de Deus, que não celebra todos os dias, que não se confessa regularmente, e o mesmo para o padre que não faz estas coisas, com o tempo, perdem a sua união com Jesus e vivem uma mediocridade que não é boa para a Igreja. Por isso, devemos ajudar os bispos e padres a rezarem, a ouvirem a Palavra de Deus que é o alimento diário, a celebrarem a Eucaristia todos os dias e irem à confissão regularmente. Isto é tão importante porque diz respeito à santificação dos sacerdotes e bispos. (Papa Francisco março/2014 ) Fonte: Franciscanos 
[wp_link_assinar]

 

Este é Blog Catequese do Leigo, assine a lista e receba as atualizações no seu e-mail, é de graça. Deixe seu comentário e compartilhe com o Blog, evangelize! Abraços.

Sou ex-espirita, moro em Maringá -PR. Gosto de falar sobre religião e sobre a fé católica. Tenho interesse pela catequese de adultos. Sou formado em Administração. Gosto de Sistemas de Informação e Redes Sociais. Também gosto de programação para internet. Seja Bem Vindo.

Deixe uma resposta