O ESPIRITISMO UM BREVE HISTÓRICO DE SUA ORIGEM

postado em: Igreja Católica | 0

O espiritismo é uma crença que se fundamenta basicamente no reencarnacionismo e na invocação dos mortos. O espiritismo tem raízes antigas e mesmo na Sagrada Escritura podemos encontrar momentos onde esta crença se apresenta como necromancia.

O ESPIRITISMO

A crença do espiritismo ganhou grande impulso na França por meio de seu difusor Allan Kardec. Já voltamos a falar sobre ele.

Pouco antes de Allan Kardec, no Estados Unidos da América, apareceram três irmãs, as irmãs Fox. Com elas (Katherine Fox, Leah Fox e Margaret Fox) o espiritismo também ganhou simpatia, aguçando a curiosidade das mais distintas pessoas da época.

A história do espiritismo com as irmãs Fox se dá, quando sua família se mudam para uma casa na cidade Hydesville no estado de Nova Iorque.

Na casa onde a família Fox havia se instalado, passou a haver vários “fenômenos” que passaram a preocupar a família. Tais fenômenos como ranger de tábuas, tremores, palmas e estalos de dedos começaram a ser atribuídos por espíritos.

O espiritismo passou a ganhar força e adeptos respeitados. Mais tarde em 1888 as irmãs Katherine e Margaret, se desentendendo com a irmã Leah, confessaram que tudo eram de fato uma farsa.

Que os sons emitidos na casa e nas reuniões que faziam eram na verdade produzido por elas mesmas. Mostrando publicamente como faziam os estalos com os dedos dos pés.

O espiritualismo é fraude do princípio ao fim. É a maior impostura do século. Não sei se ela já lhe disse isso, mas Maggie e eu começamos quando éramos crianças muito pequeninas, pequenas e inocentes demais para compreendermos o que fazíamos. Nossa irmã Leah contava vinte e três anos mais que nós, Iniciadas no caminho do engano e encorajadas a isso, continuamos, é claro. Outros, com bastante idade para se envergonharem de tal infâmia, apresentaram-nos ao mundo. Minha irmã Leah publicou um livro intitulado O Elo que faltava ao Espiritualismo. Pretende contar a verdadeira história do movimento, tanto quanto se originou conosco. Ora, só há no livro falsidade do início ao fim. Salvo o fato de que foi Horace Greeley que me educou. O restante é uma cadeia de mentiras.

Minha irmã Katie foi a primeira a descobrir que por esfregar os dedos podia produzir certo ruído com as juntas e que o mesmo efeito podia ser produzido com os artelhos. Descobrindo que podíamos criar ruídos com nossos pés – primeiro com um pé, depois com ambos – praticamos até poder fazer isso com facilidade quando a sala estava às escuras. Ninguém suspeitava de que fosse um truque nosso pois éramos crianças ainda tão novas…

O desentendimento e a confusão entre as irmãs era frequente e inconsequente, ao ponto de DESMENTIR a própria confissão em 24 de setembro de 1889. Maggie alegou que por falta de dinheiro foi impulsionada a mentir com relação ao espiritismo, ganhando U$$ 1500 dólares. Disse:

Aquelas acusações eram falsas em todas as minúcias. Não hesito em dizê-lo… Não. Minha crença no Espiritualismo não sofreu mudanças. Quando fiz aquelas terríveis declarações não era responsável por minhas palavras. Sua autenticidade é um fato incontroverso. Nem todos os Hermans vivos serão capazes de reproduzir as maravilhas que se produzem através de alguns médiuns. Pela habilidade manual e por meio de espertezas podem escrever em papéis e lousas, mas mesmo assim não resistem a uma investigação acurada. A produção da materialização está acima de seu calibre mental e desafio a quem quer que seja a produzir batidas nas condições em que as produzo. Não há ser humano na Terra que possa produzir as batidas do mesmo modo que elas o são por meu intermédio.

espiritismo-irmas-fox

As bases do espiritismo como já mostrado é apresentado em meio a uma mentira que é desmentida quando é conveniente. O espiritismo não tem base cientifica como querem provar alguns dos seus defensores e simpatizantes. Tão pouco da parapsicologia.

A crença de falar com os mortos acompanha a humanidade durante séculos, sempre envolvido com a maravilha do sobrenatural e de emoções, por querer ter um novo contato com pessoas amadas que já se foram.

O ponto fundamental do espiritismo é sobretudo emocional envolvendo seus simpatizantes com o sobrenatural.

O ESPIRITISMO E ALLAN KARDEK

Este de fato é o maior precursor do espiritismo Allan Kardek, por meio dele e das irmãs Fox o espiritismo passou a ser tido como religião em quase todo o ocidente.

Allan Kardek na verdade é um pseudônimo, seu nome verdadeiro é Hypolite Léon Dénizard Rivail, nascido na cidade de Lyon, na França em 1804.

Kardek escreveu obras consideradas célebre para o espiritismo “Evangelho Segundo o Espiritismo”, “O Mundo dos Espíritos” e “A Genese”. De fato, ele é o personagem mais expressivo dentro da crença do espiritismo.

espiritismo-allan-kardek

Em seu livro A Genese, de autoria de Allan Kardek (Hypolite Léon Dénizard Rivail) descreve seu pensamento considerado preconceituoso quanto a questão étnica:

O progresso não foi, pois, uniforme em toda a espécie humana; as raças mais inteligentes naturalmente progrediram mais que as outras, sem contar que os Espíritos, recentemente nascidos na vida espiritual, vindo a se encarnar sobre a terra desde que chegaram em primeiro lugar, tornam mais sensíveis a diferença do progresso.

Com efeito, seria impossível atribuir a mesma antiguidade de criação aos selvagens que mal se distinguem dos macacos, que aos chineses, e ainda menos aos europeus civilizados (Allan Kardec, A Gênese, ed. cit. p. 187)

Estas afirmações de Kardek, trazem também grandes controversas quanto a origem do pensamento do espiritismo.

O ESPIRITISMO E A SAGRADA ESCRITURA

A Sagrada Escritura não trás argumentos favoráveis ao espiritismo, ao contrário a Bíblia deixa claro sobre a prática de evocação dos mortos e práticas espiritas. No livro de Deuteronômio cap. 18, 9-13

Quando tiveres entrado na terra que o Senhor, teu Deus, te dá, não te porás a imitar as práticas abomináveis da gente daquele terra.Não se ache no meio de ti quem faça passar pelo fogo seu filho ou sua filha, nem quem se dê à adivinhação, à astrologia, aos agouros, ao feiticismo, à magia, ao espiritismo, à adivinhação ou a invocação dos mortos, porque o Senhor, teu Deus, abomina aqueles que se dão a essas práticas, e é por causa dessas abominações que o Senhor, teu Deus, expulsa diante de ti essas nações. Serás inteiramente do Senhor, teu Deus.

Em nenhum momento a Bíblia se refere às práticas espiritas de modo favorável, embora possa haver uma falsa interpretação dos escritos bíblicos por parte de simpatizantes na tentativa de justificar o espiritismo como sendo uma prática cristã.

O ESPIRITISMO E O CATECISMO

O Catecismo da Igreja munido pela Sagrada Escritura em especial nos DEZ MANDAMENTOS e pela Tradição também contraria as práticas do espiritismo:

Que proíbe Deus ao ordenar: «Não terás outros deuses perante Mim» (Ex 20,2)

– a superstição, que é um desvio do culto devido ao verdadeiro Deus, e que se expressa

nas várias formas de adivinhação, magia, feitiçaria e espiritismo; (CIC §445)

A Igreja também nunca aceitou e tão pouco aceita que nós católicos sejamos praticante do espiritismo. Isto inclui o tarô, jogos de búzios, brincadeiras do copo ou do lápis, horóscopo, astrologia, patuás e etc.

Você também poderá gostar destas outras postagens:

Seja bem vindo. Deixe seu comentário com suas críticas e sugestão logo abaixo. Assine o blog e receba as atualizações em seu e-mail. Clique aqui para assinar o blog. Abraços.

Se quiser sabe um pouco mais sobre o espiritismo e a prática da comunicação dos mortos clique e saiba mais.

Sou ex-espirita, moro em Maringá -PR. Gosto de falar sobre religião e sobre a fé católica. Tenho interesse pela catequese de adultos. Sou formado em Administração. Gosto de Sistemas de Informação e Redes Sociais. Também gosto de programação para internet. Seja Bem Vindo.

Deixe uma resposta