O BATISMO CATÓLICO

postado em: Igreja Católica | 4

Você tem dúvidas sobre o Batismo Católico? Saiba o que significa o Batismo para nós católicos e sua importância na iniciação cristã. Bem, em quase todas a religiões existe um ponto onde uma etapa é marcada para o iniciante e a partir daquele “ponto” uma determinada pessoa passa a participar deste ou daquele grupo religioso.

Por exemplo, para os judeus a aplicação da circuncisão, falando de forma simplificada, define alguém, que seja do sexo masculino, ser pertencente ao Judaísmo. E no caso dos muçulmanos, para os que ingressam nesta crença, basta recitar o seu credo, de forma espontânea: “Não há outro deus que Alá e Maomé é seu Enviado” (7,158). Este credo deve ser dito perante algumas testemunhas.

Utilizei duas religiões NÃO cristãs, justamente para apresentar que independente da forma, existe um RITO de introdução em um determinado grupo religioso, para os cristãos o BATISMO é o ponto inicial da vida cristã.

Considero interessante em um encontro de catequese poder fazer estas comparações com outras religiões, acredito que enriquece o conteúdo para seu encontro.

BATISMO CATÓLICO

A Igreja sempre batizou e sempre ensinou que este é um dos sete sacramentos instituídos por Jesus Cristo. E para que alguém seja considerado cristão, deve ser batizado.

Algumas religiões se referem ao Sacramento do Batismo, como Batismo Católico. E entre estas religiões há quem admitam novos adeptos para sua religião, e DESCONSIDERANDO os batizados na Igreja Católica, que sejam batizados novamente, neste ou naquele novo grupo religioso.

Para nós católicos, isto é um erro, pois cremos que HÁ UM SÓ BATISMO e que batizado uma vez, desde que tenha sido de forma correta, sendo assim, NÃO existe “REBATISMO“. Em um encontro de catequese, isto deve ficar claro, tanto para os adultos quanto para as crianças.

Caso você seja de algum outro grupo religioso, o Batismo Católico não se difere do Batismo aplicado na maioria das religiões ou grupos religiosos cristãos.

O Batismo Católico, é um SACRAMENTO, um sinal sagrado. E este sinal não se apaga, não se desfaz e muito menos se refaz. Nós católicos temos a prática de CONFIRMAR nosso BATISMO.

A Igreja não é dona do Batismo e de nenhum dos Sacramentos, a Igreja confere e ADMINISTRA os Sacramentos e tem zelo apostólico sobre todos eles.

Portanto, considera a Igreja por convicções da Tradição e da Sagrada Escritura, que o Batismo é a porta de entrada para todos os outros Sacramentos e para a vida cristã. Assim ela diz no Código de Direito Canônico:

O batismo, porta dos sacramentos, necessário de fato ou pelo menos em desejo para a salvação, pelo qual os homens são libertados dos pecados, se regeneram como filhos de Deus e, configurados com Cristo por um carácter indelével, se incorporam na Igreja, só se confere validamente pela ablução de água verdadeira com a devida forma verbal. Cân 849

Analisando então o Cânon 849, percebe-se que o Batismo Católico ou melhor dizendo o Sacramento do Batismo, introduz o batizado na Igreja de Cristo, deve ser aplicado utilizando ÁGUA e nenhuma outra matéria, mesmo que seja liquida ou se assemelhe a água. O Batismo nos livra do pecado Original. O Batismo é INDELÉVEL isso quer dizer que ele é PERMANENTE ou DURADOURO.

Você pode estar se perguntando, COMO EU VOU EXPLICAR para uma CRIANÇA o que é INDELÉVEL. Bem, se já sabemos que esta palavra significa PERMANENTE, fica mais fácil.  Logo o Batismo é uma MARCA que não se apaga e é ÚNICA. Assim como cada carro tem sua placa e é única e não muda, é permanente.

batismo-católico-batizado-para-sempre

 

O Batismo católico ou como já dito antes, Sacramento do Batismo só é válido quando há realmente a válida intenção de batizar. Além disso o Batismo pode ser EM CASO DE EMERGÊNCIA ser aplicado por qualquer pessoa. Os principais ministros deste Sacramento são o Bispo, o Padre, o Diácono ou um ministro instituído para este fim.

A Igreja também admite o Batismo em três formas, de acordo com a necessidade. Sendo o Batismo por Imersão, Batismo por Infusão e por Aspersão.

O Batismo por imersão é quando o que está sendo batizado é mergulhando totalmente em água. É válido. O Batismo por Infusão, este é o mais comum entre nossas comunidades, quando é aplicado o Batismo Católico em comunidades paroquiais, nas bacias ou pias batismais. O ministro celebrante derrama sobre a fronte do batizado a água para o Batismo. O Batismo por Aspersão, não é comum, mas é válido perante a necessidade. Onde é aspergido água sobre o batizado.

A Didaqué é um dos escritos mais antigos sobre a catequese cristã. Neste documento encontra-se normas para se aplicar o Sacramento do Batismo, veja:

No que diz respeito ao batismo, batizai em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo em água corrente (Cf Mt 28,19).  Se não tens água corrente, batiza em outra água; se não puderes em água fria, faze-o em água quente.  Na falta de uma e outra, derrama três vezes água sobre a cabeça em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Mas, antes do batismo, o que batiza e o que é batizado, e se outros puderem, observem um jejum; ao que é batizado, deverás impor um jejum de um ou dois dias.

O assunto sobre os Sacramentos são vários e é de uma profundidade imensa. Mas espero ter tirado algumas dúvidas sobre o Batismo Católico e no que nós católicos cremos a respeito deste sacramento. Deixe seu comentário logo abaixo, se você tem mais alguma dúvida sobre o Batismo Católico comente ou dê sua sugestão logo abaixo. Assine o Blog e receba as atualizações por e-mail e BAIXE O GUIA PARA O CATEQUISTA.

Se você quer saber mais sobre o Sacramento do Batismo, chamado de forma equivocada de Batismo Católico, clique aqui. Caso queira saber um pouco mais sobre a Didaqué clique aqui. Abraços, Paz e Bem.

[wp_link_assinar] [php snippet=2]

 

Sou ex-espirita, moro em Maringá -PR. Gosto de falar sobre religião e sobre a fé católica. Tenho interesse pela catequese de adultos. Sou formado em Administração. Gosto de Sistemas de Informação e Redes Sociais. Também gosto de programação para internet. Seja Bem Vindo.

4 Respostas

  1. Adelson da silva

    Nossa que beleza de informações

    • Olá Adelson, muito obrigado por suas palavras. Fique sempre a vontade em comentar aqui no Catequese do Leigo com sugestões e críticas para melhorar o trabalho do Blog. Paz e Bem.

  2. Antonio Lucas Henrique de Paiva

    Bom dia Catequista, Ótima explicação sobre o batismo, pena que os nossos irmãos separados não sabem ou fingem que não sabem o significado da palavra indelével. Salve Maria!!!

    • Bom dia Antonio. De fato isto é uma realidade, principalmente os que vivem na teologia da prosperidade. Com promessas ilusórias após um outro batismo.

Deixe uma resposta