POR QUE SOMOS CRISTÃOS A REALIDADE DO OCIDENTE

postado em: Catequese | 2

Porquê somos cristãos, perguntou-me um catequizando em um encontro de catequese. A pergunta parece sugerir uma resposta simples, pragmática e até mesmo ingênua. Mas não, este tipo de pergunta é clara, objetiva e complexa, o que dá um novo tom para a resposta.

Existem perguntas que necessitam de vários elementos para se compreender a resposta, esta é uma delas, já escrevi aqui no Catequese do Leigo, sobre o Porquê sou Católico, mas o teor da abordagem foi bem mais simplista do que a pergunta deste catequizando.

SOMOS CRISTÃOS, MAS POR QUE?

Uma das resposta para esta pergunta, de forma ingênua, seria, “somos cristãos porque cremos em Deus“! Este tipo de resposta considero simples e até mesmo ingênua porque há outras religiões que creem em um único Deus, porém, não são cristãos.

As três grandes religiões monoteístas provém basicamente do mesmo berço, de Abraão. Deste, nasceu o Judaísmo (com quase 4000 anos), o Cristianismo (com mais de 2000) e o Islamismo (com + ou – 1700), estas religiões creem em um único Deus, assim como nós cristãos, porém, como bem se sabe, o Judaísmo e o Islamismo não são cristãs.

Considerando então que, o cristianismo se estendeu até o ocidente, sendo que quase toda a Europa é cristã seja católica ou protestante, e que o Brasil foi colonizado pelos portugueses de fé católica, a probabilidade de que o povo brasileiro crescesse nesta fé seria muito grande, concorda?

Ao passo que, alguém que nasça na Arábia Saudita seja muçulmana. O Líbano por exemplo está dividido quase que em meio a meio entre cristãos católicos/protestantes e muçulmanos.

Uma grande diferença entre o cristianismo e as outras duas, é que o cristianismo é evangelizador, ou seja, ela busca novos adeptos ou fieis a conhecerem a Boa Nova de Jesus Cristo.

Diferente do Judaísmo e Islamismo que possuem uma característica bem cercadas em suas estruturas de base, ou seja, famílias geram filhos para o Judaísmo ou Islamismo.

 

cristãos

 

Arrisco em dizer que as famílias católicas perderam este encanto pela religião ao longo do tempo, deixando seus filhos soltos ao vento, o que é bom e ao mesmo tempo ruim.

É bom porque também considero que a imposição para esta ou aquela fé seja nociva, a fé e o aceite dela deve vir por uma experiência com o próprio Jesus, que deveria vir primeiramente do seio familiar.

E como nossas famílias estão cada vezes mais preocupadas com o próximo capítulo da novela, este trabalho acaba sendo quase que exclusivo dos catequistas, que mutias vezes deixam a desejar também, fica aqui minha crítica.

Podemos então dizer que, estar nesta ou naquela religião, depende também de aspecto como o geográfico e a cultura, além da influência social.

Estes elementos, geografia + cultura + sociabilidade, pode resultar em uma adesão por algum tipo de crença. Se pensarmos em um “olhar por fora“, qualquer um que está em sua religião, acredita estar na correta e tem razões para isto.

UM BREVE CONCEITO SOBRE O CRISTIANISMO

Mas além deste aspectos, existe o fator místico, teológico e histórico de cada crença. No Cristianismo em especial o Catolicismo encontramos este três elementos latentes, pulsando desde sua origem, A paixão por Jesus movimentou e ainda movimenta grande histórias e mudanças.

Na verdade só se sabe porque se é cristão quando se conhece o jovem Galileu, Jesus o filho do carpinteiro e o Filho do Homem.

Nesta postagem, falei citando apenas as três grandes religiões monoteísta, é claro que isso se aplica basicamente a todos os contextos religiosos, cristãos ou não.

Deixo aqui alguns casos de conversões ao catolicismo interessante. Estes e outros testemunhos me fazem perceber o quanto eu ainda preciso me converter conhecer mais e mais a Jesus de Nazaré.

Muçulmano se torna católico

Mulher muçulmana se torna católica

200 muçulmanos se convertem ao catolicismo por ano

Judeu se converte ao catolicismo

E é claro que a mão é de duas vias, há também católicos que por este ou aquele motivo deixam o catolicismo, mas em sua maioria não deixa de ser cristão.

E você sabe o porquê é cristão? Deixe seu recado nos comentários aqui em baixo. Assine a Lista e receba as atualizações do Catequese do Leigo. Um grande abraço. Paz e Bem.

Sou ex-espirita, moro em Maringá -PR. Gosto de falar sobre religião e sobre a fé católica. Tenho interesse pela catequese de adultos. Sou formado em Administração. Gosto de Sistemas de Informação e Redes Sociais. Também gosto de programação para internet. Seja Bem Vindo.

2 Respostas

  1. Maria Geralda Ferreira

    Muito bom o seu trabalho. Encantou-me. Vc conseguiu captar aquilo que é “a pequena parte, que somada faz o maior”. Pequenas atitudes que fazem a diferença. Continue. Parabéns1

    • Olá muito obrigado, estas palavras me motivam a continuar a desenvolver este trabalho. Sempre que puder volte aqui no Catequese do Leigo e deixe suas sugestões. Um grande abraço.

Deixe uma resposta