2 DINÂMICAS PARA A INTERAÇÃO DO GRUPO DE CATEQUESE

postado em: Catequese | 0

As dinâmicas apresentadas possuem atividades de interação entre um grupo. O objetivo portanto é fazer com que os participantes do grupo de catequese se tornem mais próximos.

Nem todo grupo é realmente integrado, porém quanto mais buscarmos a aproximação entre os catecúmenos, melhor será a interação. As amizades se solidificam e a confiança entre eles e o catequista se solidificam.

SOBRE AS DINÂMICAS

dinamicas para o grupo de catequese

Recomendo que as dinâmicas apresentadas aqui seja realizada em grupos como o de catequese infantil e de crisma. Para grupos de jovens também podem ser eficiente, mas isso irá depender da faixa etária e da realidade de cada grupo.

TEMA: “POIS TODA A LEI SE RESUME NESTE ÚNICO MANDAMENTO: ‘AMARÁS O TEU PRÓXIMO COMO A TI MESMO’ “.

O tema serve para para que você catequista possa nortear, dar um sentido principal para as dinâmicas. Evite fazer dinâmicas só com caráter de divertimento, sem que traga alguma construção catequética.

PRIMEIRA DINÂMICA DE INTERAÇÃO PARA O GRUPO DE CATEQUESE

Esta dinâmica é muito simples, será necessário apenas uma bola, prefira as menores, como a de beisebol ou qualquer uma que seja próximo do tamanho. Não conte o objetivo da atividade para o grupo.

1º PARTE

Em círculo deixe que cada um fale seu nome, sua idade e uma qualidade ou característica. Deixe todos falarem, deixe a pessoa repetir se for necessário ou se considerar conveniente.

2º PARTE

Nesta segunda parte, os catequizandos deverão ficar agrupados atrás do catequista. O catequista deverá se posicionar de 3 a 4 metros a frente, porém de costas para o grupo.

Posicionado, o catequista irá jogar a bola, de costas, em direção ao grupo. Um dos participantes deverá pegar a bola. E ir a frente do grupo, posicionado da mesma forma que o catequista estava anteriormente.

3ª PARTE

O catequizando, irá lançar a bola, na mesma posição que o catequista. Outra pessoa do grupo deverá pegar a bola que foi lançada.

4ª PARTE

Quem pegou a bola deverá ir até o catequizando que a lançou.

5ª PARTE

Agora o CATEQUISTA irá explicar a dinâmica. Quem lançou a bola deverá acertar 2 perguntas, sobre quem pegou a bola, que foram suas três formas de apresentação Nome, Idade e a Característica. Ao menos duas destas é necessário acertar.

Caso o lançador não acertar, deverá pagar um “castigo”, um canto religioso ou uma oração. Evite “micos” que possam constranger os participantes de forma agressiva.

O OBJETIVO DESTA PRIMEIRA DINÂMICA

Mostrar que mutias vezes não conhecemos nem mesmo as pessoas da nossa comunidade. Que também deixamos de perceber as pessoas que estão do nosso lado. Assim como gostamos de ser respeitados e reconhecidos as outras pessoas ao nosso redor também.

SEGUNDA DINÂMICA

dinamica para confianca no grupo de catequese

Como materiais será necessário: folhas de sulfite ou qualquer outro tipo de folha que sirva para escrita.

1ª PARTE

Cada participante irá receber uma caneta e uma folha de sulfite. O catecúmeno irá escrever em breves palavras como ele se vê, como ele se vê como pessoa. Não é necessário colocar o nome.

2ª PARTE

Quando todos escreverem as folhas deverão ser dobradas, e embaralhadas. Após isso, cada um irá pegar uma outra folha e verificar se não é a que escreveu.

3ª PARTE

Após todos terem pego suas folhas, deverão se retirar para algum outro local, ou mesmo em silêncio, lerem e refletirem sobre sobre o que foi escrito.

4ª PARTE

Quando todos tiverem lido, após 15 ou 20 minutos, ou o tempo que for necessário. Volte a formar o grupo.

5ª PARTE

Deixe que cada um fale sobre o que leu, fica a critério se a pessoa deseja ler ou simplesmente comentar. O seu comentário deve ser de forma positiva. A pessoa que está lendo, pode tentar acertar que foi que escreveu o papel. Caso ele erre, a pessoa não deve se manifestar, caso ele acerte a pessoa pode complementar ou dizer mais sobre o que escreveu.

O OBJETIVO DESTA PRIMEIRA DINÂMICA

Esta dinâmica busca construir um clima de amizade, autoconhecimento e confiança no grupo. O catequista pode alertar que se alguém quiser comentar algo no grupo de forma pessoal, o grupo deverá ser maduro para respeitar e manter o sigilo sobre o comentário.

Quando for aplicar dinâmicas de grupo na catequese, tenha sempre em mente nas possibilidades. Tenha sempre controle sobre seu grupo. Para cada grupo é necessário conhecer e saber até onde pode ir.

Você também poderá gostar destas outras postagens aqui no blog:

Obrigado por sua visita. Deixe seu comentário logo abaixo com suas críticas e sugestões. Se souber também uma dinâmica compartilhe com a gente. Assine o Catequese do Leigo e receba as atualizações a cada nova postagem em seu e-mail.

Sou ex-espirita, moro em Maringá -PR. Gosto de falar sobre religião e sobre a fé católica. Tenho interesse pela catequese de adultos. Sou formado em Administração. Gosto de Sistemas de Informação e Redes Sociais. Também gosto de programação para internet. Seja Bem Vindo.

Deixe uma resposta