VOCÊ ENSINA ESTAS COISAS NO SEU ENCONTRO DE CATEQUESE?

postado em: Catequese | 0

O encontro de catequese é o momento em que preparamos crianças, jovens e adultos para receberem os Sacramentos. Mas será que nosso encontro de catequese aborda alguns conceitos básicos na Tradição e cultura católica?

Sabemos que por mais que os encontros de catequese infantil para a Primeira Comunhão e para o Sacramento do Crisma seja dividido em etapas, se dê fato não houver uma preparação religiosa, ficamos simplesmente em um encontro semanal de conversas.

Já a catequese de adultos, que tem uma dinâmica diferente, passa por um período de um ano. Se a catequese juvenil muitas vezes não consegue realmente passar as informações básicas de nossa fé, que dirá na catequese de adultos.

Existem elementos de nossa Fé que para nós são conceitos básicos, e muitas vezes não damos importância por já estarmos envolvidos. Porém, para algumas pessoas, principalmente para adultos pequenas dúvidas podem ajudar a compreender ainda mais a Igreja.

Busque ensinar no encontro de catequese coisas que realmente valem a pena saber sobre a fe

NO SEU ENCONTRO DE CATEQUESE VOCÊ ENSINA ESTAS COISAS?

Uma catequese bem preparada promove um encontro pessoal com Jesus Cristo. Além de integramos os catecúmenos em nossas comunidades cristãs, o catecúmeno precisa entender o que envolve esta comunidade e sua Fé.

Muitas vezes trazemos textos motivacionais, historias ou alegorias com a tentativa de “dinamizar” a catequese. Muitas vezes, deixamos até mesmo de ler o Evangelho para ler um pensamento de algum “guru” da moda.

Nos desviamos, sem querer, querendo fazer o bem, porém, deixamos de falar o que realmente importa, que é Jesus e sua Igreja. Nesse breve texto, quero falar com você e refletir se realmente estamos apresentando conceitos básicos e elementos que realmente importam.

5 CONCEITOS BÁSICOS PARA NOSSO ENCONTRO DE CATEQUESE

Quem sabe, você já sabe desas cinco coisas que vou mostrar, mas você se preocupa em passar para seus catecúmenos? Ou mesmo se você não sabe, já se perguntou o por que de não saber?

As cinco coisas que me refiro são elementos simples, mas que podem fazer a diferença em assumir a Fé católica em um mundo tão conturbado quanto o nosso. Estas são as cinco coisas:

  1. Que Jesus fundou uma única Igreja
  2. Que o Papa é um Bispo e chefe universal da Igreja
  3. Pecados capitais e virtudes cardeais
  4. Diocese e Paróquia
  5. Padre diocesano e Padre religioso

Veja, estas cinco coisas não limita a entender toda nossa Fé, mas nos faz pensar se de fato estamos passando um ensino catequético mais sólido.

JESUS FUNDOU UMA ÚNICA IGREJA

A maior credibilidade que nós católicos podemos ter é o próprio Jesus, o único Filho de Deus como fundador da única Igreja. Preparar um encontro de catequese para explicar esta realidade, considero, ser de extrema importância.

Você pode ainda ter uma lista impressa para dar a cada catecúmeno, contendo as datas de fundação de outras igrejas. Não é uma questão de criar intrigas com outras comunidades cristãs, mas uma realidade que podemos e devemos ensinar.

Comunidade Cristã Fundador Ano
Luteranismo Martinho Lutero 1517
Calvinismo Calvino 1528
Anglicanismo Rei Henrique VIII 1558
Batistas Thomas Helwys (vários fundadores) 1612
Congregação Cristã Luigi Francescon 1910

A tabela acima é uma breve lista contendo algumas das mais variadas comunidades cristãs existentes. Aqui você pode encontrar algumas outras referências de fundadores de outras comunidades cristãs.

O PAPA É BISPO DE ROMA E CHEFE DA IGREJA

Todo Papa é um Bispo e chefe da Igreja universal. Os Bispos do mundo inteiro, devem e precisam estar em comunhão com o Bispo de Roma, o Papa.

Além de chefe da Igreja o Papa também é líder político do Vaticano, é monarca, em outras palavras o Papa é o rei do Vaticano. A palavra Papa quer dizer papai.

O papado é um cargo e não uma hierarquia sacerdotal, este cargo é vitalicio ou até mesmo quando queira renunciar o cargo. Caso deseje você pode ver mais informações sobre o papado e o Vaticano.

PECADOS CAPITAIS E VIRTUDES CARDEAIS

Este na verdade é um tema delicado. Não irei me aprofundar muito sobre este assunto pois pretende escrever sobre este tema com um pouco mais de reflexão.

Falar de pecado e de virtudes compreende a moral católica. Sobre isto você pode ter uma abordagem maior no Catecismo da Igreja Católica sobre a Moral.

O pecados capitais, a grosso modo, nos desviam das condutas virtuosas, no afastando da graça de Deus. As virtudes, ao contrários, nos torna mais próximo do Bem Maior, Deus e também do próximo.

Os pecados capitais são:

  1. Soberba
  2. Avareza
  3. Luxuria
  4. Ira
  5. Gula
  6. Preguiça

As virtudes cardeais são:

  1. Prudência
  2. Justiça
  3. Fortaleza
  4. Temperança

Embora as virtudes e os pecados capitais estejam de baixo do “cobertor” da nossa consciência, precisamos despertar em nosso encontro de catequese, fazer que isto é uma realidade, que pode nos levar para a salvação ou para a ausência de Deus.

DIOCESE E PARÓQUIA

Está ai um pequeno tema que muitas vezes deixando passar. Parece algo que não tem importância, mas são palavras que usamos a todo momento em nossa catequese.

Explicar o sentido destas palavras pode deixar mais confortável para os catecúmenos a razão de usá-las. Estas palavras nasceram no seio da Igreja, logo no avanço da Igreja Primitiva.

A palavra DIOCESE significa “PORÇÃO DE DEUS“. Já a palavra PAROQUIA significa VIZINHO ou VIZINHANÇA.

PADRE DIOCESANO E PADRE RELIGIOSO

É claro que no sentido restrito da palavra todo padre é um religioso. Mas não é disto que necessariamente estamos tratando. Um padre pode pertencer em termos de subordinação a uma diocese. Porém há padres, que estão em paróquias, mas não são necessariamente subordinados ao Bispo local.

Um padre diocesano foi formado dentro de uma diocese, pertence a ela. Certamente, embora ele possa mudar de paróquia de tempos em tempos, ele nunca sairá da Diocese, a menos por exemplo que seja sagrado Bispo ou seja transferido para outra Diocese.

Já um PADRE RELIGIOSO pertence a uma ORDEM RELIGIOSA, por exemplo um padre pode ter sido formado dentro da ordem dos Franciscanos, ou dos Dominicanos ou ainda dos Padres Redentoristas. Os padres que são formados nestas ordens, podem estar em uma Diocese, mas não são subordinados ao Bispo.

Os padres religiosos são subordinados ao SUPERIOR DA ORDEM ou ABADE. No entanto, existem Dioceses que são formadas por Ordens Religiosas.

Estas informações podem e devem ser exploradas dento do seu encontro de catequese, com certeza ajuda muito na compreensão de certos elementos da nossa cultura e Fé.

Você também pode gostar de ler estas outras postagens aqui do blog:

Deixe seu comentário logo abaixo com suas críticas e sugestões. Você também pode assinar e receber as atualizações do blog em seu e-mail. Um grande abraço.

Sou ex-espirita, moro em Maringá -PR. Gosto de falar sobre religião e sobre a fé católica. Tenho interesse pela catequese de adultos. Sou formado em Administração. Gosto de Sistemas de Informação e Redes Sociais. Também gosto de programação para internet. Seja Bem Vindo.

Deixe uma resposta