MICHEL TEMER IRÁ ACEITAR RECOMENDAÇÕES DO PAPA – FAMÍLIA

postado em: Catequese | 0

O Papa Francisco fez um pedido ao Presidente da República Michel Temer, para que desce atenção aos nascituro e a constituição da família.

Nosso Presidente, desconsiderando o pedido do Santo Padre, vota na ONU contra a composição da família. O pedido do Vaticano, consiste na proteção da família natural e na criminalização do aborto.

A família natural, consiste na concepção de pai, mãe e filhos. No caso do aborto, a Igreja não aprova em nenhum caso, mesmo de estupro.

Michel Temer, nosso Presidente, votou contra esta proposta que sempre está em pauta na Organização das Nações Unidas. A pauta é discutida na Revisão Periódica Universal com enfoque nos Direitos Humano.

presidente michel temer volta atrás e acata pedido do papa no vaticano

MICHEL TEMER ACEITA PEDIDO DO PAPA FRANCISCO

O Presidente da República, havia votado contra o reconhecimento da família natural. No entanto Michel Temer sentiu a pressão das bancadas católicas e evangélicas sobre sua posição.

Vale lembrar também que nos últimos 15 dias toda comoção nas redes sociais com relação ao Banco Santander, o Presidente deve ter notado que existem aqueles que defendem a família e a moral cristã. E não são poucos.

Com relação ao nascituro, consiste na proteção da vida desde os primeiros momentos da sua existência, portanto não ao aborto provocado.

michel temer vota contra a familia natura e nascituros
Fonte: Nações Unidas no Brasil

 

Vale destacar também que em abril deste ano de 2017, o Presidente Michel Temer, teria feito convite ao Papa Francisco para vir ao Brasil, que foi negado.

Em carta o Papa Francisco, negando o pedido de vir ao Brasil, salienta problemas referente a crise política e social que estamos vivenciando. Diz o Papa:

Sei bem que a crise que o País enfrenta não é de simples solução, uma vez que tem raízes sociais, políticas e econômicas, e não corresponde à Igreja nem ao papa dar uma receita concreta para resolver algo tão complexo”, escreveu o pontífice, segundo trecho publicado no blog do jornalista Gerson Camarotti, da GloboNews“. Fonte: Estadão.

CONCLUSÃO

Embora o voltar atrás do Presidente Michel Temer (PMDB) deva ser comemorada pelos cristãos, Católicos e Evangélicos, não podemos desconsiderar o fator político.

Se realmente era de interesse do Presidente considerar as questões que favorecem a família e os nascituros, por que não o fez?

Ao meu ver, simplesmente considerou o fato de que a grande maioria dos eleitores consideram estas questões como primordiais. Logo, me parece, apenas uma tática política para sua singela permanência na Presidência.

Você também pode gostar destas outras postagens:

Obrigado por sua visita. Você pode deixar seu comentário logo abaixo com suas críticas e sugestões. Você também pode receber semanalmente as atualizações do blog, assine. Um grande abraço.

Sou ex-espirita, moro em Maringá -PR. Gosto de falar sobre religião e sobre a fé católica. Tenho interesse pela catequese de adultos. Sou formado em Administração. Gosto de Sistemas de Informação e Redes Sociais. Também gosto de programação para internet. Seja Bem Vindo.

Deixe uma resposta